terça-feira, 27 de novembro de 2018

Fenda no tempo: aviões reaparecem após longo período de tempo


Curiosamente mandaram para mim uma reportagem acerca do reaperecimento de um avião após 35 anos de sua decolagem e, ao pesquisar a respeito do tema, encontrei um caso similar aproximadamente da mesma época, mas um voo diferente, companhia aerea diferente, destinos e partidas diferentes, e irei compartilhar com vocês.

Seria a presença de um "buraco de minhoca" que permitiu o deslocamento entre dois pontos no espaço ou apenas imaginação das pessoas, uma fake news. Bem vamos a esses dois casos:

1) Voo 513 da Cia Aérea Santiago (04 de setembro de 1954)

No dia 04 de setembro de 1954, decolou da Alemanha Oriental o voo 513 da Cia Aérea Santiago, com destino a Porto Alegre (isso mesmo, no Brasil). Tudo estava normal durante o voo, até que os controladores perderam o contato com a aeronave no momento em que ela atravessava o Oceano Atlântico.

Há época as autoridades tomaram todas as providências cabíveis a fim de encontrar a aeronave, mas ela não foi encontrada e todos os passageiros foram considerados mortos. Todavia, algo surpreendente se deu em 12 de outubro de 1989.

Em 12 de outubro de 1989, o avião apareceu sobrevoando o aeroporto de Porto Alegre, o local que era o seu destino há época.

Após dar algumas voltas, a aeronave pousou sem nenhum contato com a torre de comando, situação nada convencional e, inclusive, perigosa.

Diante dessa situação, uma equipe foi enviada para investigar os motivos da falta de contato da tripulação, pois, por mais que o avião fosse antigo, o modelo não estava totalmente fora de uso. Todavia, o que chamou a atenção da equipe era o fato de que a companhia aerea a que pertencia o avião tinha encerrado suas atividades no ano de 1956.

Assim que os seguranças entraram no avião, depararam-se com 92 esqueletos, todos sentados corretamente nas poltronas. Além disso, a tripulação também estava em seus lugares e os motores ainda se encontravam ligados.


Bem, esse caso, diante do momento em que ocorreu (1989), era para ter numerosos registros na mídia, mas não é o que acontece. Ademais, o jornal americano em que a notícia foi publicado é conhecido por suas notícias exageradas e fantasiosas. 

2) Voo 914 da Pan America (22 de julho de 1955)

Em 22 de julho de 1955, o avião 914 da Pan America decolou (não se fala de onde) com destino a Nova York, todavia ele não chegou ao seu destino e não se teve mais notícias de onde ele estaria até que...

No dia 21 de maio de 1992, o avião 914 da Pan America pousou acidentalmente em Caracas, Venezuela. A testemunha do pouso foi Juan de la Corte e o contato dele com o piloto da aeronave foi gravado (sendo que não há a gravação). Corte relata o incidente como algo perturbadoramente incomum e como o avião era antigo, ele não aparecia no radar. Ao perguntar para o piloto detalhes do misterioso avião, ele respondeu que se tratava de um 914, com 4 tripulantes e 57 passageiros, que iam com destino a Miami. Juan perguntou ao piloto se ele estava perdido, uma vez que havia pousado em Caracas.


O piloto e sua tripulação estranharam o ambiente e perguntaram às pessoas da sala de controle onde realmente eles estavam e reafirmaram que o voo era para chegar em Miami às 9h55. Ao informarem ao piloto onde estava e a data atual, apenas se ouviu do piloto "Oh meu Deus!!".

Juan tentou acalmar o piloto e disse que os funcionários do aeroporto iriam retirá-los do avião. Ao checarem os documentos, eles perceberam que ninguém estava mentido e que, realmente, os passageiros haviam embarcado em 1955 e surpreendentemente não haviam envelhecido com o passar dos anos.

Quando a equipe de terra já estava pronta para tirar todos da aeronave, o piloto fez um sinal para que eles parassem e não se aproximassem mais, apenas dizendo: "estamos indo de novo."

A equipe de terra ainda conseguiu vislumbrar o rosto assustado da tripulação e dos passageiros da aeronave e, na pressa, o piloto deixou um calendário cair.


O avião decolou e nunca mais se teve notícia.

Afinal, seriam esses casos hipóteses de fenda temporal em que aviões atravessaram anos como que tendo entrado em um "buraco de minhoca" ou apenas seriam histórias fantasiosas...

Fontes com adaptações: Megacurioso
                                       Fatos Desconhecidos

Canal do Youtube: Canal Myllas Freitas

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Ruínas de Tikal


Localização:

Localizada na Guatemala, as ruínas maias de Tikal, escondidas na selva, são a principal atração turística desse país da América Central.

Apogeu de Tikal

Tikal foi a principal cidade Maia da “era clássica” e seu apogeu começou no ano 200 e foi até o ano 600. Nesse período, a cidade tinha grande influência em todo a Mesoamérica, dominava grande parte da civilização Maia e possuía uma população de, pelo menos, 50 mil habitantes, segundo historiadores.

Tikal era uma das maiores cidades Maias. Os Maias, diferentemente dos Astecas e dos Incas, não possuíam uma capital, mas cidades independentes que poderiam ser aliadas ou rivais, dependendo dos seus objetivos.

Declínio de Tikal

A partir do século IX, a cidade começou a entrar em colapso e a diminuir sua população, não se sabe o motivo, mas acredita-se que foi devido a superpopulação e a falta de alimentos. No século XI, a cidade foi abandonada. Quando os espanhóis chegaram à região no século XVI, a cidade já havia sido completamente abandonada e estava tomada pela floresta.

Descoberta

As ruínas de Tikal ficaram escondidas em meio a floresta por vários séculos. Na década de 1950, começaram as escavações arqueológicas e até hoje elas continuam. Em Tikal, não há uma quantidade grande de ruínas, o principal são as quatro pirâmides. E, diferente de outras ruínas Maias como Chichén Itzá e Palenque, as ruínas de Tikal ficam em uma área muito extensa e é preciso andar bastante para ver tudo

Templos

As pirâmides são chamadas de templos e não possuem nomes, mas numeração: Templos I, II, III, IV, V e VI. O principal ponto de interesse em Tikal é a Praça Principal em que ficam os Templos I e II e algumas outras construções. Esse é o local mais bonito do sítio arqueológico e onde acontecem até hoje celebrações religiosas dos descendentes dos Maias.

Visitas

O Parque Nacional de Tikal fica aberto das 6:00 às 17:00 horas. E há três horários mais comuns de tours que as agências de turismo oferecem. O mais comum é das 8:00 às 16:30 horas, incluindo o tempo de deslocamento de Flores a Tikal, que é 1:30 horas para a ida e o mesmo tempo para a volta.

Canal do Youtube: Canal Myllas freitas

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Fantasma do Red Dead Redemption 2 no Paraná?!

Red Dead Redemption 2 foi lançado no final do mês passado e vem conquistando boas notas em comentários e muita atenção do público.

O que não era esperado, porém, era que o jogo servisse de base para uma campanha viral que está  assombrando a cidade de Apucarana, no norte do estado do Paraná.

Trata-se de uma imagem do jogo de uma mulher vestida de noiva, que está andando a beira de um lago e está circulando nas redes sociais como se fosse uma mulher de verdade.
Segundo o boato, a dita foto tirada durante a noite na Lagoa Schmidt, localizada na parte nordeste do município.

A suposta aparição logo ganhou destaque e chegou a ser notícia em alguns sites locais, causando polêmica e compartilhando opiniões sobre sua veracidade.
Um combustível para a "aparição" foi o fato de ter ocorrido em um lugar que muitos acreditavam ser assombrado.

"Muitas pessoas acreditam que a Lagoa Schmidt é assombrada e os pescadores que frequentemente vão ao local garantem que já viram estranhas formas e sons lá", escreve o site TN Online.

O site Channel 38 diz que os pescadores afirmaram recentemente que um sucuri de 6 metros de comprimento também estava na lagoa, mas a serpente nunca foi encontrada. O site da Rádio 98 FM de Apucarana também relatou o que aconteceu.

Em contato com a TecMundo, o leitor Renan Paduan, que mora em Apucarana, conta que uma amiga ficou responsável por captar a imagem de Red Dead Redemption 2, mas não sabe como ela se transformou e se tornou a "noiva fantasma" que assombra Apucarana.

Segue a imagem da mulher fantasma que pertence ao jogo Red Dead Redemption 2 e viralizou como a noiva fantasma de Apucarana.

Fonte com adaptações: Tecmundo

Canal do Youtube: Canal Myllas Freitas

sábado, 17 de novembro de 2018

As crianças dos trilhos de San Antonio


O Texas é um estado com várias lendas locais.

Um dos casos mais assombrosos é o que se diz que acontece se você borrifar farinha no pára-choque de seu carro e ficar parado nos trilhos de trem em San Antonio.

A lenda diz que um grupo de crianças brincando nos trilhos foi atingido e morto por um trem.

Se você estacionar seu carro nos trilhos, as crianças fantasmas o levarão para um local seguro.

Assustadoramente, eles até deixam impressões digitais na farinha em seu pára-choque!

Canal do YouTube: Canal Myllas Freitas

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Síndrome da mão alienígena


A síndrome da mão alheia, também chamada de a síndrome da mão estranha, ou ainda síndrome do Dr. Strangelove e síndrome da mão alienígena, é definida como um distúrbio neurológico no qual a mão da pessoa afetada parece possuir vida própria.

Essa desordem é mais observada em indivíduos que foram submetidos à cirurgia de separação dos hemisférios cerebrais ou ressecção de parte dos mesmos, procedimentos realizados objetivando minimizar os sintomas em casos extremos de epilepsia.

Essa condição também pode resultar de um acidente vascular cerebral, outros procedimentos cirúrgicos cerebrais ou infecções.

Indivíduos com essa síndrome podem conservar a sensibilidade normal no membro afetado, mas embora o paciente saiba que o membro ainda faça parte do seu corpo, o mesmo se comporta de forma completamente diferente do comportamento normal do indivíduo acometido, com o indivíduo sentido que não possui controle sobre o membro.

Em outras palavras, a mão atingida realiza movimentos de forma autônoma, sem o conhecimento do paciente.
Vide reportagem G1 (link ao final)

Existem subtipos distintos da síndrome da mão alheia que aparentemente está relacionada com a área afetada, que pode ser o corpo caloso, os lobos frontal, parietal e occipital.
Acredita-se que esta síndrome resulte de uma luta de poder dentro da cabeça.

O hemisfério esquerdo é o responsável por controlar os membros direitos, além de ser o local onde normalmente situa-se a habilidade linguística. Já o hemisfério direito é o responsável por controlar os membros esquerdos, bem como a localização espacial e reconhecimento de padrões.

Comumente, o hemisfério esquerdo é o dominante, dando a palavra final nos atos desempenhados pelos seres humanos. Ou seja, foi observado que cada um dos hemisférios possui consciência separada e, consequentemente, vontade própria.

Embora não exista cura para esta condição, algumas medidas podem auxiliar no alívio dos sintomas, como, por exemplo, fornecer algum objeto para a mão alheia segurar, ocupando-a. Além disso, alguns fármacos podem auxiliar na retomada do controle do cérebro.

Reportagem do G1: Reportagem G1

Fonte:  Infoescola

Canal do YouTube: Canal Myllas Freitas

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

A cidade-fantasma de Ani

Muito perto da fronteira turca fica a abandonada "cidade fantasma" de Ani. Em seu tempo, a antiga civilização já foi o lar de dezenas de milhares de pessoas. Agora, é pouco mais que uma série de edifícios dilapidados e igrejas em ruínas. O que poderia ter acontecido?


Em todo o mundo, há várias cidades que foram abandonadas há muito tempo por seus moradores, deixando as estruturas decrépitas de um lugar outrora próspero em seu rastro. No entanto, a cidade fantasma tratada nessa reportagem chama-se Ani e pode ser considerada uma das maiores cidades fantasmas do mundo.

Localizada perto da fronteira leste da Turquia, em frente ao rio Akhurian da Armênia, a cidade de Ani foi fundada no século V e já foi uma metrópole medieval próspera.


Muitas vezes referida como "a cidade de 1.001 igrejas", Ani é agora pouco mais que um aglomerado de prédios abandonados. Mas o que aconteceu com as milhares de pessoas que uma vez a chamaram de lar? E por que eles decidiram abandoná-lo para sempre?


Considerado pelos historiadores como um poderoso centro de impérios e reinos, é difícil imaginar um lugar que abrigasse tantas pessoas seria totalmente abandonado sem uma boa razão.

Situada em uma série de rotas comerciais, a cidade de Ani foi a jóia da coroa e capital do Reino da Armênia, um estado independente estabelecido em 884 DC. Todavia problemas surgiram pela frente .

Ao longo dos anos, a florescente cidade cresceu para impressionantes 100.000 pessoas, um feito especialmente impressionante para aquele período. Enquanto parecia estar crescendo, os bons tempos foram de curta duração.

Ao longo de cinco impérios, abrangendo três séculos, Ani experimentou todo tipo de devastação: de desastres naturais a guerras completas, não havia praticamente nada que não houvesse visto.


Primeiro, Ani foi invadida por invasores turcos, que escravizaram e assassinaram os seus moradores. Quando terminaram, venderam a terra e seus edifícios aos Shaddadids, uma dinastia curda. No entanto, nem isso foi o que fez com que fosse abandonado.

Durante o século 13, em duas ocasiões separadas - uma das quais foi bem sucedida - invasores mongóis tentaram capturar a cidade de Ani. Apesar do derramamento de sangue generalizado, a cidade ainda milagrosamente se manteve forte.


Após 1319, Ani finalmente caiu. Durante esse tempo, a Catedral de Ani - um belo edifício feito de tijolos cor de coral que foi erguido em 1001 - foi praticamente destruída por um terremoto e a cidade foi reduzida a uma pequena aldeia de pessoas.

Em 1700, após os séculos de guerras esporádicas e desastres naturais devastadores, a população de Ani começou a diminuir rapidamente. Essas circunstâncias imprevistas fizeram com que muitos moradores se dirigissem para lugares mais seguros.


E assim, ao longo das cinco décadas seguintes - até meados da década de 1750 - o povo de Ani se dirigiu para áreas remotas. Muitos deles escolheram morar em outras partes da Turquia, enquanto outros se mudaram para a vizinha Armênia.

Com a mesma rapidez com que chegaram à cidade outrora próspera, os moradores de Ani se foram, deixando uma cidade fantasma em seu rastro. Felizmente, ainda havia peças para as gerações futuras explorarem…


Nos séculos desde então, tanto a Armênia quanto a Turquia tentaram reivindicar a propriedade de Ani. Como se situa em uma espécie de “terra de ninguém” - dentro do território provincial de Kars, na Turquia, mas muito perto da fronteira com a Armênia - ninguém nunca foi realmente capaz de reivindicar.

Enquanto Ani tornou-se um popular destino turístico regional ao longo do século 19, a Primeira Guerra Mundial e o genocídio armênio diminuíram sua popularidade. No entanto, com suas belas igrejas, mausoléus e capelas, esta cidade fantasma mais uma vez começou a atrair visitantes interessados.

Entre as belas ruínas está a Mesquita de Menüçehr, uma das estruturas relativamente recentes - foi construída há aproximadamente 1.000 anos. Os historiadores acreditam que a estrutura é uma prova dos antecedentes multiculturais da cidade.

Da mesma forma, a Igreja do Redentor - uma estrutura feita durante a Dinastia Bagrantida Armênia, que durou do século IX ao XI - é outro dos muitos atrativos turísticos de Ani. Infelizmente, dos seus 19 arcos anteriormente magníficos, pouco resta.


Uma das descobertas mais recentes em Ani ocorreu durante os anos 1900, quando um grupo de arqueólogos desenterrou um antigo mausoléu enterrado sob uma igreja. A capela de 12 lados abrigava os restos do príncipe Gregory Pahavuni dos armênios Bagratid.


Arqueólogos também descobriram a Igreja de São Gregório de Tigran Honents. Continua sendo uma das estruturas mais bem preservadas da cidade de Ani. No interior, as paredes são forradas com belas artes representando a vida de Cristo, assim como São Jorge, o Iluminador.

Essas estruturas são a prova de que, apesar de sua longa história de destruição e devastação, a cidade fantasma de Ani já foi o local de muitas origens multiculturais. Por essa razão, sempre terá significado na história.

Ani realmente tinha uma história tão rica, embora complicada. É uma pena que um lugar tão bonito não seja o lar de ninguém, mas pelo menos as pessoas podem visitá-lo e apreciar sua beleza todos esses séculos depois!

Fonte BoredomTherapy

Canal do Youtube Canal Myllas Freitas

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Ranking dos países mais assustadores


O site Premiun Tours elaborou um ranking em conjunto, analisando cuidadosamente uma série de dados diabólicos para todos os países ao redor do mundo, incluindo locais assombrados, filmes de terror, avistamentos de OVNIs e criaturas míticas nativas e fantasmas., os quais foram classificados como melhores locais para cada uma dessas categorias, dando-lhes uma pontuação/ranking.

Em primeiro lugar, sem surpresa, está os EUA, seguido pelo Reino Unido e Irlanda em terceiro lugar.

Seguindo os EUA, os 10 principais países são: Reino Unido, Irlanda, Japão, Alemanha, Porto Rico, Filipinas, Portugal, Países Baixos e Colômbia.

Vamos a tabela:


Estados Unido das América

Os EUA ficaram em primeiro lugar em locais assombrados e filmes de terror, e também ficaram entre os 5 melhores para os avistamentos de OVNIs. Diante das incontáveis ​​lutas e guerras e ao processo de sepultamento muito distinto realizado pelos nativos americanos (por exemplo, os índios das planícies geralmente praticavam enterros acima do solo usando árvores, andaimes, canoas e caixas sobre estacas, e deixavam os corpos lá), a idéia de detectar um fantasma nesses locais não é totalmente descartada.

Quase toda a América é construída sobre um potencial local de enterro, dando aos moradores motivos para acreditar que os espíritos foram perturbados e, portanto, estão assombrando a localização.

Há pelo menos um local assombrado em cada estado e, provavelmente, em todas as cidades, aldeias e cidades dos EUA. Estes incluem a Penitenciária Estadual Oriental na Filadélfia, Pensilvânia - que era conhecida por abrigar criminosos como Al Capone e “Slick Willie”, e o Lizzie Borden B & B em Fall River; Massachusetts que foi palco dos terríveis assassinatos de Andrew e Abby Borden, encontrado em 1892 coberto de sangue e espancado até a morte com um machado. Dizem, nesse último caso, que se você ficar no quarto em que Abby foi assassinada é possível ver suas aparições em roupas vitorianas e ouvir sons de pranto, passos e conversas em salas supostamente vazias.

Reino Unido

O Reino Unido classificou altamente para avistamentos de OVNIs, criaturas míticas / fantasmas e locais assombrados. De fato, o país tem 146 lugares assombrados - o que não é ruim para um país que é apenas o 78º maior país do mundo. Ele também tem 410 filmes de terror, ficando atrás apenas dos EUA, e novamente ficou em segundo lugar para criaturas míticas, derrotado apenas pelo Japão. Novamente, isso não é surpreendente, considerando lendas como o monstro do Lago Ness.

Japão

O Japão classificou-se particularmente principalmente como resultado do número de criaturas míticas que estão incorporadas em sua cultura local. A cultura japonesa abrange as tradições xintoístas e budistas, assim como a religião folclórica baseada na agricultura, de modo que a lista de criaturas míticas é incrivelmente vasta, originária do abura-akago (um fantasma infantil que lambe óleo das lâmpadas andon) para o yato-no -kami (deus cobra mortal que infestou um campo), e tudo mais.

Resultado por continente

País mais assustador da Europa: Reino Unido

País mais assustador da Oceania: Nova Zelândia

País mais assustador da América do Norte: EUA

País mais assustador da América do Sul: Colômbia

País mais assustador da Ásia: Japão

Países com mais lugares assombrados



Os EUA lideraram o ranking dos destinos mais assombrados, com mais de 200 locais supostamente assombrados, e são apenas os que foram relatados.

Também altamente classificados para locais assombrados são o Reino Unido, México e Colômbia.

Lugares com filme de terror



Os EUA também ficaram no topo com 1290 filmes assustadores filmados ou filmados nos EUA. O Reino Unido, o Canadá e a Índia também abrigam alguns dos filmes mais emocionantes.

Avistamentos de OVNI's


A Irlanda relatou o maior número de avistamentos de OVNIs, com 101 objetos voadores não identificados supostamente vistos nos céus da Irlanda. Também popular para avistamentos de OVNIs são Porto Rico, o Reino Unido e Portugal.

Criaturas Míticas

O Japão é o país que abriga as mais míticas criaturas e fantasmas, com o Reino Unido, EUA e Irlanda também contando muitas lendas locais assustadoras.

Muito interessante essa pesquisa feita pelo site, o que acharam?

Fonte: Premiun Tours

Canal do Youtube: Canal Myllas Freitas


quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Luzes roxas nos céus americanos

No começo eu pensei que era apenas um caso incidental, mas o fato de que essas luzes roxas estão aparecendo cada vez mais no céu sobre os EUA é motivo de preocupação.

Abaixo relatos de testemunhas oculares da estranha luz roxa no céu relatados nas últimas semanas:

13 de outubro - Localização: Cuyahoga River, Ohio -: Eu fui para fora para ter certeza de que não era uma lâmpada e notei que o céu roxo estava em apenas uma área.

13 de outubro - Local: Cleveland, Ohio - “Eu estava indo para o posto de gasolina quando vi essa cor diferente no céu que nunca foi vista com meus próprios olhos”.
26 de outubro - Local: Dayton, Ohio - “Acabei de registrar isso no meu caminho para o trabalho, vi uma luz brilhante na estrada. Parecia que estava sobre as nuvens e não embaixo e estava parado. Estranho, mas achei que vocês podem gostar. Poderia ser qualquer coisa e eu posso ser apenas uma louca, mas seja o que for."

27 de outubro - Local: Cleveland, Ohio - Um dia depois, outra pessoa testemunhou a luz roxa no céu. Ele disse: "Eu continuo vendo esta estranha cor roxa nuvens hmmm o que faz com que isso aconteça?"

31 de outubro - Local Bellevue, WA - Testemunha disse: "A maioria das pessoas já viu isso, e não é dos arranha-céus, nem de quaisquer edifícios."

4 de novembro - Local: Wisconsin - “Eu nunca tinha visto o céu assim antes - Apenas dirigindo para casa e lá estava.”

É difícil dizer o que faz essas luzes aparecerem, mas parece-me que algo está acontecendo na atmosfera, o que não sabemos.

O que seria esse estranho fenômeno? Qual sua opinião?

Fonte: UFO sighting

Canal do YouTube: Canal Myllas Freitas

Seria um sonda extraterrestre?!


O estranho objeto espacial em forma de charuto que viaja pelo nosso sistema solar voltou às manchetes. Agora, cientistas sugerem que ele pode ser uma sonda alienígena enviada para investigar a Terra. 

Batizado de 'Oumuamua (que significa "mensageiro que vem do passado distante" em havaiano), ele foi avistado pela primeira vez por um telescópio no fim de 2017.

Desde que foi descoberto, o objeto intriga pesquisadores. Primeiro ele foi classificado como um cometa. Em seguida, foi identificado como um asteroide. Por fim, foi definido em uma categoria própria: "objeto interestelar".

Desta vez, um novo artigo de pesquisadores do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian levanta a hipótese de o objeto ter "origem artificial". 

O 'Oumuamua tem coloração vermelho-escura e viaja a uma velocidade de 87.3 quilômetros por segundo. Por sua alta velocidade e trajetória inusitada, os cientistas acreditam que ele pode ter procedência alienígena.

"O 'Oumuamua pode ser uma sonda perfeitamente operacional enviada intencionalmente à Terra por uma civilização alienígena vizinha", diz o artigo escrito pelos cientistas Abraham Loeb e Shmuel Bialy. 

De acordo com eles, este é o primeiro objeto originário de outro lugar já avistado em nosso sistema solar.

A teoria se baseia na "aceleração excessiva" do objeto ao atravessar o nosso sistema solar. "Uma possibilidade é que o 'Oumuamua seja uma vela solar, flutuando no espaço interestelar como detrito cósmico de uma equipamento tecnológico avançado", dizem os autores do estudo. 

"Velas solares de dimensões parecidas foram criadas por nossa civilização, incluindo o projeto IKAROS e a Iniciativa Starshot. A tecnologia de velas solares pode ser usada para o transporte de cargas entre planetas ou estrelas", completam.


Canal do Youtube: Canal Myllas Freitas

sábado, 3 de novembro de 2018

Construção das pirâmides e mistério solucionado


As pirâmides do Egito são uma maravilha arquitetônica. No entanto, como são blocos com uma média de 2,3 toneladas métricas (no caso da grande pirâmide), exatamente como os antigos egípcios os construíram milhares de anos atrás permanece um tanto quanto um mistério.

Uma nova descoberta arqueológica pode, no entanto, lançar alguma luz sobre como pelo menos alguns dos blocos de pedra foram movidos.

Na pedreira de alabastro de Hatnub, ao norte da moderna Luxor, uma rampa de 4.500 anos indica a provável maneira de como as pedras foram retiradas da pedreira e levadas para o canteiro de obras.

Enquanto o material de construção primário para as pirâmides era o calcário, alguns alabastros foram usados para pisos, bem como estátuas e caixões. Mas o sistema usado para mover o alabastro extraído, que remonta ao reinado do rei Khufu na 4ª Dinastia, provavelmente teria sido usado em outras pedreiras também.

É uma descoberta importante - a primeira evidência que mostra como blocos pesados foram levantados e retirados de pedreiras, de acordo com Mustafa Waziri, secretário-geral do Ministério de Antiguidades do Egito.

E, embora ainda seja um mistério sobre como os pesados blocos de calcário foram transportados para os lados das pirâmides, o sistema de rampa pode conter algumas pistas vitais.

"O sistema de movimento consiste na rampa central, cercada por dois degraus que contêm buracos", explicou o arqueólogo Yannis Gourdon, do Institut Français d'Archéologie Orientale, ao Luxor Times.

Esses buracos teriam segurado fortes postes de madeira. Blocos de alabastro teriam sido colocados em trenós de madeira, e um sistema que usasse cordas teria se enrolado em torno dos pólos, agindo como uma polia para multiplicar a força exercida para ajudar a transportar as pedras maciças em declives de 20 graus ou mais.

Além da rampa, os arqueólogos também encontraram pelo menos 100 inscrições comemorando as visitas dos faraós às pedreiras de alabastro de Hatnub, bem como habitações de pedra para os trabalhadores da pedreira.

"A equipe desenterrou 4 estelas de pedra. Uma das estelas mostra um desenho de uma pessoa em pé e as outras três têm inscrições hieráticas pouco claras devido ao mau estado de conservação", disse o arqueólogo Roland Enmarch, da Universidade de Liverpool.

"A equipe de restauração está trabalhando na preservação das inscrições, bem como no levantamento epigráfico das estruturas residenciais ao redor das pedreiras."

Fonte com adaptações: Science Alert

Canal do YouTube: Canal Myllas Freitas